Newsletter

About Author

domingo, 4 de outubro de 2009

Eu Não Posso Parar a Chuva

Como,como vc quer que eu me sinta
Quando tudo que me cerca
É nada mas que um disfarce falsicado
Eu não sei
Eu não sei de onde pertenço
É difícil para eu continuar
E direi adeus

E não consigo parar a chuva caindo

Eu estou secando nessas lárimas que eu choro

Desde que você se foi sem nenhum aviso

Eu enfrento o alvoço com os olhos sonolentos

Agora eu não posso continuar

Quando as nuvens me empurram para baixo, garoto

E não consigo parar, Eu não consigo parar a chuva caindo


Então, me diga onde eu errei

Eu estou entalada em um sonho que se foi

É duro revelar a verdade

Seu amor

É nada mas que um gosto amargo

É melhor eu ir para longe,

Longe de você